Home Inteligência Emocional Como manter a motivação e comprometimento durante a temporada competitiva

Como manter a motivação e comprometimento durante a temporada competitiva

13
0
Motivação
Esportes

No mês de Agosto, praticamente no meio da temporada esportiva no Brasil, eu costumo perceber que muitos atletas começam a desanimar e perder a motivação, deixam de realizar tarefas importantes, não treinam com tanto afinco, começam a sair um pouco de sua dieta, e obviamente o resultado disso é a baixa performance esportiva. 

Primeiro vamos entender que isso é normal neste período do ano (ou meio da temporada seja ela qual for). No início do ano ou temporada a motivação está nas alturas, todos estão animados com o que está por vir, traçam metas e tudo é muito positivo, até porque geralmente atletas acabaram de sair de um período de férias com a família e amigos e estão com o corpo e a mente mais descansados. 

No meio da temporada o cenário é bem diferente; existe o cansaço físico e mental, troca de treinadores e jogadores, e neste período os jogos costumam ser de uma intensidade um pouco menor ate quando se aproxima de uma eventual semifinal ou final.

Os atletas e times que conseguem manter um alto nível competitivo neste período podem levar grande vantagem ate o fim da temporada, aumentando o nível de confiança e carregando esse “momentum” até o fim.

Agora vamos entender o que podemos fazer para retomar esta motivação e comprometimento nesta etapa da temporada.

Primeiro vamos entender a aceitar que passamos por bons momentos, e por momentos desafiadores, e esses altos e baixos irão acontecer com certeza pois é impossível manter o nível de performance sempre no mesmo patamar. Esse entendimento é crucial pois assim podemos traçar planos com estratégias especificas para quando o momento negativo chegar o atleta possui ferramentas para minimizar este impacto e conseguir retomar ao nível de performance aceitável.

Algo que eu sempre sugiro a todos atletas e clubes que trabalho é a constante avaliação de metas e objetivos no meio da temporada. Analisar o que foi realizado, se os resultados foram satisfatórios ou não e como prossegui no restante do ano.

Esse tipo de avaliação ajuda muito na motivação e comprometimento dos atletas, pois serve como um recomeço. Porém é extremamente importante que sejam traçados planos de ação bem específicos e detalhados de fácil entendimento. Em um clube de futebol onde a quantidade de atletas e treinadores é muito grande é crucial que cada um saiba de sua importância no resultado, isso cria um sentimento de pertencimento e responsabilidade perante os companheiros de trabalho. 

Em esportes individuais isso também ocorre, como o Tênis, Golfe, esportes de luta entre outros, onde o atleta compete sozinho, porém na maioria dos casos existe uma equipe grande por trás desses atletas, e a dinâmica acaba sendo similar em comparação a esportes coletivos.  

Atletas devem entender também que a motivação acontece depois do início de uma tarefa realizada com frequência. E esse é um mito muito grande pois é comum o entendimento que devemos estar motivados primeiro e agir em seguida. Neste momento muita gente desiste, ou nunca inicia algo. 

Outro mito é achar que a motivação pode vir de um vídeo no YouTube, uma frase inspiradora na mídia social. Não há dúvidas que o vídeo certo ou a frase certa possa trazer aquela motivação instantânea, porém ela não é consistente e dura muito. 

O que realmente vai fazer a diferença em sua motivação é a chamada inspiração ativa, que é muito mais poderosa e duradoura. De uma maneira mais clara seria assim; a real motivação é o resultado de suas ações, e não a causa de suas ações. Tudo muda quando entendemos esta nova perspectiva, nossos resultados, saúde mental, dedicação e comprometimento.

Inspiração ativa acontece quando seguimos nosso plano e percebemos os resultados diários, mesmo que eles não sejam muito grandes. Por isso é importante e eu recomento a todos os meus atletas que façam um diário para documentar o que ocorreu no dia, as vitorias e o desafios.

O objetivo é chegar a um ponto onde não vamos precisar buscar o sentimento de motivação através de meios externos (YouTube ou mídia social) mas sim dentro de nós mesmos, baseado em nossas ações diárias. 

Outro ponto muito importante é aprender a não depender da motivação para fazer algo, e essa é a melhor definição para o comprometimento. Pessoas de alta performance, e nisso eu incluo atletas, empresários CEOs, todos que performam em um nível elevado não dependem da motivação para fazer algo. 

Faça o seguinte teste, caso não possua, escreva seus objetivos em um papel, objetivos de curto prazo ate 18 meses, escreva embaixo o que você precisa fazer para alcançar estes objetivos, repare na palavra “precisa” Ou seja, não há emoção envolvida, não é o que você poderia fazer ou possui condição de fazer, mas sim o que deve ser feito. Quando colocamos tudo no papel percebemos que de maneira natural começamos a buscar soluções e recursos para conseguir alcançar nossas metas. Nunca subestime a sua capacidade e potencial. 

Outra ferramenta que utilizo é a definição dos porquês. Quando um atleta diz que o objetivo é vencer eu sempre pergunto o porquê, vou fazendo até chegar em algo mais profundo como por exemplo, “vencer para deixar um legado para minha família, filhos e amigos, inspirar as pessoas a seguir em frente com seus objetivos”. Também podemos usar da mesma estratégia para as pequenas ações diárias como por exemplo; “porque não comer este doce a noite? Para que eu tenha um sono de melhor qualidade, aumentando o meu nível de recuperação para que eu possa performar melhor amanhã no treino”.    

Veja que existe uma razão por trás de tudo que fazemos, até mesmo nas tarefas pequenas, e aumentar nossa consciência diante destas tarefas poderá trazer consequências muito positivas no médio e longo prazo. Para alguém que pretende performar no seu melhor este tipo de questionamento é fundamental, e ele se dá através do controle rigoroso do seu tempo. 

Como vimos o planejamento é algo primordial para qualquer pessoa possuir um alto nível de motivação e comprometimento e independente se estamos no início, meio ou fim de anos é importante sempre estar com nossas metas atualizadas pois independente do desgaste físico e metal que todos nos sofremos em algum momento, nada disso irá atrapalhar o que estamos buscando conquistar.