Home Beleza Dicas de como fazer o cabelo crescer saudável e rápido

Dicas de como fazer o cabelo crescer saudável e rápido

91
0

Alguns fatores como falta de hidratação, falta de nutrientes no organismo, oleosidade em excesso ou hábitos errados do dia a dia, como fumar e beber, podem não só desfavorecer a saúde dos cabelos, como também impedir o crescimento dos fios. Se você é uma das mulheres que sofre com os cabelos curtos, saiba que existem algumas formas de estimular o bulbo para que os fios cresçam rápido, mais fortes e saudáveis.

Fazer massagem capilar

Procure fazer massagens diárias no couro cabeludo durante o banho, pois elas podem auxiliar no crescimento saudável das madeixas. Com as pontas dos dedos, faça movimentos circulares e estimule a circulação sanguínea da região. Outra forma de estimular o couro cabeludo é escovar os fios pelo menos três vezes ao dia.

Melhorar a alimentação

Uma alimentação adequada faz o cabelo crescer mais forte e é essencial para a formação e manutenção do fio capilar. Portanto, não deixe de consumir alimentos ricos em nutrientes como magnésio, colágeno, ferro, vitamina A, E, D, proteínas e aminoácidos.

Não fumar

O cigarro é prejudicial não só para a saúde, como também pode detonar a saúde dos cabelos, pois ele acumula impurezas no organismo e impede o bom funcionamento das células, evitando que os cabelos cresçam com saúde.

Não passar condicionador na raiz

Além da raiz já ser naturalmente a parte mais oleosa dos cabelos, quando você aplica condicionador, ela tende a ficar ainda mais oleosa e, ainda, o produto pode dificultar a circulação sanguínea do couro cabeludo. Portanto, hidrate somente as pontas na hora do banho.

Lavar o cabelo com água gelada

Prefira sempre lavar os cabelos com água morna para fria, pois a água mais aquecida faz com que a glândula sebácea seja estimulada e produz mais óleo no couro cabeludo, o que compromete a nutrição adequada para o crescimento dos cabelos e, consequentemente, o nascimento de novos fios.

Tomar suplementos de vitaminas

Existem no mercado diversos suplementos de vitaminas que fazem o cabelo crescer mais rápido, contribuem com a hidratação dos fios e, também, evitam a queda excessiva. Consulte seu médico e procure uma que seja melhor para o seu tipo de cabelo.

Confira abaixo, algumas dúvidas constantes:

Cortar os cabelos faz com que cresçam mais rápido?

Não. “A ponta dupla enfraquece os cabelos, por isso cortar com frequência elimina esse problema. Mas, se você cortá-lo mais do que um centímetro por mês, vai encurtá-lo, pois o cabelo não cresce mais rápido do que isso. O corte também não ajuda a combater a queda”, esclarece a dermatologista. De acordo com ela, muitas vezes o tratamento pode ser feito com a reposição de aminoácidos e vitaminas.

Lavar os cabelos todos os dias enfraquece os fios?

Pelo contrário. Lavar os cabelos diariamente é benéfico, pois reduz a oleosidade do couro cabeludo, que é um importante fator de queda dos fios.

Calvície nas mulheres pode ser tratada?

Sim. Embora seja mais marcante e visível nos homens, a calvície também pode afetar as mulheres. “A alopecia [nome dado ao problema] muitas vezes começa a se manifestar na adolescência, quando ocorrem alterações hormonais, mas, por ser discreta, muitas mulheres não se queixam nesse período. Após a menopausa, com novas alterações hormonais, o problema se agrava”. O tratamento é feito com suplementos nutricionais, tratamentos hormonais, shampoos e loções adequados ou via laser, que ajuda na melhor absorção dos medicamentos e recuperação da espessura do cabelo e estimula o crescimento de novos fios.

Dormir de cabelo molhado enfraquece os fios?

Não. “O que acontece é que eles ficam marcados, perdendo o seu balanço natural. Neste caso, há mais lenda do que propriamente um problema”, esclarece. No entanto, a especialista explica que ir com o cabelo molhado para a cama impede a evaporação da umidade concentrada na raiz, o que pode irritar o couro cabeludo, levando a uma dermatite irritativa.

Estresse pode causar queda de cabelo?

Sim. Em períodos de estresse, ocorre a liberação de cortisona, que aumenta a oleosidade do couro cabeludo e, consequentemente, a queda. “A pele, no geral, também fica mais oleosa em situações de estresse, por isso é comum o aparecimento de acne nesses períodos”.