Home Matérias Proteção para o seu SMARTHPHONE E TABLET

Proteção para o seu SMARTHPHONE E TABLET

162
0

É preciso ter maiores cuidados e proteger ao máximo os dados que você recebe e envia através da internet.

Ao acessar a internet por um smartphone ou tablet, o usuário nem sempre demonstra a mesma cautela que o faz no microcomputador, alguns sequer sabem da existência de antivírus para dispositivos móveis e acreditam que as recentes notícias de vazamento de dados, informações e fotos, por exemplo, não acontecerão com ele. Cuidado você pode estar enganado!

Conheça alguns dos principais “sintomas” que o seu smartphone ou tablet podem estar “contaminados”:

1. Bateria descarregando rapidamente;

2. Lentidão exagerada e generalizada no aparelho;

3. Configurações que se alteram sozinhas;

4. Acionamento automático do Bluetooth;

5. Programas sendo iniciados sozinhos;

6. Envio de mensagens ou ligações não autorizadas.

Se o seu dispositivo apresenta alguma(s) da(s) características acima, é bem provável que ele esteja infectado por algum tipo de ameaça. Nesse caso é fundamental que você faça a varredura no seu aparelho utilizando um antivírus para removê-las e manter seus dados e seu aparelho bem protegidos.

Praticamente toda empresa que oferece um antivírus para o seu computador, possui também um aplicativo para proteger o seu smartphone ou tablet, e você não deve ignorar a importância desse serviço. Além de fornecer proteção contra as ameaças normais existentes na internet, a maioria dos antivírus mobile também conta com alguns recursos como:

• Bloqueio remoto do aparelho em caso de perda;

• Rastreamento por GPS ou Wi-Fi;

• Bloqueio de ligações de números desconhecidos / estranhos.

Mantenha hábitos cuidadosos na hora de acessar a internet móvel. Ainda que haja um aplicativo encarregado de “fazer o trabalho sujo” da proteção do aparelho, é fundamental que o próprio usuário tenha um cuidado maior na hora de utilizar o smartphone ou tablet para acessar a Internet.

Se nos computadores pessoais a regra nº 1 é não acessar sites ou clicar em links suspeitos, o mesmo vale para o mundo mobile. Ao utilizarmos aparelhos que funcionam à base de aplicativos, muitas vezes, na expectativa de conhecer um serviço ou jogo novo, ignoramos a possível procedência do app, que acaba contaminando o dispositivo.

A maioria dos aparelhos já vem, de fábrica, com uma configuração que impede a instalação de aparelhos de fontes desconhecidas, mas mesmo em lojas oficiais como a Google Play ou a Apple Store, é possível encontrar aplicativos maliciosos, que se utilizam de brechas no sistema para causar danos ao seu aparelho.